quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Aluna da rede de ensino de Santa Vitória é aprovada para o curso de medicina

A jovem Raíssa Marques, filha de Jane Marry, diretora da Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, foi aprovada no Curso de Medicina, pelo SISU, na UNIVASF – Universidade Federal do Vale do São Francisco, 

Ela morava em Uberaba há 4 anos, e frequentava regularmente o Cursinho no Sistema de Ensino Gabarito. Estudou na Escola Municipal São José até o 6º ano, tendo sido alfabetizada pela professora Maria Elizabete Araújo. A partir do 7º ano foi aluna da COESA – Cooperativa de Ensino de Santa Vitória, concluindo no ano de 2010, o Ensino Médio. 

A Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF, foi criada pela Lei nº 10.473 de 27 de junho de 2002, é uma instituição de ensino superior vinculada ao Ministério da Educação, com sede na cidade de Petrolina, estado de Pernambuco, e tem como objetivo ministrar ensino superior, desenvolver pesquisas nas diversas áreas do conhecimento e promover a extensão universitária. A universidade caracteriza sua inserção regional mediante atuação multicampi no Pólo Petrolina-PE e Juazeiro-BA. É a única Universidade federal do país presente em 03 estados brasileiros, PE, BA E PI, tendo iniciado suas atividades acadêmicas em 2004. 

Há uma crescente pressão social em torno do médico, disse a Secretária de Educação e Cultura, Carla Lima, e prova disso é a maratona desumana, chamada vestibular, que nossos jovens enfrentam, esclareceu ela, por isto estamos felizes, é mais uma jovem santa-vitoriense, que será médica e que poderá, em breve, retornar a Santa Vitória para exercer a profissão com excelência, concluiu a Secretária. 

Ao ser questionada, sobre a importância de ter conquistado uma vaga numa universidade federal para um curso tão concorrido e importante, a jovem Raíssa Marques fez ponderações importantes, explicando que hoje vivemos uma era de muitas incertezas na classe médica, pois estamos num momento em que as pessoas vem para uma consulta, mas antes já buscaram informações num site de pesquisas sobre os sintomas sentidos, o que proporcionará mais estímulo aos médicos. Disse ainda, que isto vai exigir profissionais mais maduros e orientados e neste sentido, cursar uma universidade federal será o diferencial para qualquer profissional. 

Raissa Marques recebeu os cumprimentos de muitas pessoas da sociedade santa-vitoriense, como as diretoras das respectivas instituições de ensino em que ela estudou, Eliane Almeida, da Escola Municipal São José e Daise Arantes, da COESA, amigos seus e da família, colegas, e em especial de sua família: seu irmão Jairinho, sua mãe Jane Marry, seus tios Jeane, Jairo, Elaine, Marcílio e Lucinete, seus primos Fernando e Karen, seus avós João Marques e Divina. 

por Imprensa/PM Santa Vitória